sexta-feira, 6 de junho de 2008

Absolut Pride Vodka / Absolut Colors

Indo à boleia do post sobre a campanha da Campari, divulgo aqui a Campanha da Absolut vodka.

Lê-se no rótulo: "In an Absolut world, everybody is encouraged to be who they are. That world is more colorful, diverse and respectful. Be proud of who you are, and let your true colors shine. Absolut has been consumed by proud people since 1879".

A empresa sueca lançou esta garrafa com as cores da bandeira gay, que comemora este ano 30 anos. A directora da empresa, Nina Gillsvick justificou desta forma: "Quando começámos a dar apoio aos direitos gays há 30 anos fomos ousados. Não nos podemos esquecer daqueles gloriosos dias. Para nós, a Absolut é uma maneira natural de inspirar as pessoas para que deixem as suas cores brilhar e que sejam elas mesmas".
Esta edição limitada que dá pelo nome de "Absolut Colors" estará no mercado europeu a partir do dia 10 de junho.




O mundo da publicidade (e o mundo em geral) parece estar comprometido com causas (ambientalismo, solidariedade, consumo responsável...) e a causa gay tem sido uma delas. O público gay tem-se revelado um alvo interessante para a generalidade das marcas. Quer isto dizer que o mundo está mais tolerante ou simplesmente mais ganancioso?

Condessa X

2 comentários:

LR disse...

As duas coisas, Condessa, não acha?
Os DINK - Double Income No Kids, maioritariamente casais gays, são muito valorizados pelo capitalismo civilizado do norte da Europa...
No ano passado estimava-se que esse mercado dos DINK duplicasse até 2010 nos EUA. Cá não há números. Mas do ponto de vista turístico, é certo e sabido que os consumidores DINK são um maná;)

Condessa X disse...

Tem razão LR, as duas coisas. Mas uma atrelada à outra:
"Os DINK dão dinheiro? Ah, sim adoramo-los" ou então "Vocês são adoráveis, venham comprar aqui os nossos produtos mesmo feitos à vossa medida". Depois cai-se em cenas meio parvas tipo bairro da chueca em que se calhar até há agências funerárias gay. Haja alguém que me confirme se isto é verdade. ;-)
Soube recentemente de uma agencia de viagens portuguesa vocacionada para gays. Money makes the world go round, world go round.