segunda-feira, 29 de setembro de 2008

12 lésbicas - o blind date

As 12 lésbicas fizeram um perfil no gaydargirls e parece que amanhã vão conhecer uma amiguinha nova. Elas disseram-me: “Fiz um perfil no gaydargirls. Tenho trocado mensagens com algumas raparigas e amanhã vou ter um blind date".
Então eu coloquei-lhes três questões: "1. Como parece ser ela? 2. Onde vai ser o encontro? 3. Apenas uma soft drink, sexo, ou relacionamento?"

E elas responderam:


Vítima – Parece ser uma rapariga frágil e muito doce, escreve muitas palavras carinhosas e tem um ar fofinho. Combinámos à porta dos Armazéns do Chiado. Se tudo correr bem, talvez possamos apostar numa relação.


Machona – Acho que ela precisa de alguém que a proteja do mundo. Pelas fotos parece tímida e insegura, mas tem um corpinho bem bom. Eu sugeri ir buscá-la a casa, mas ela disse que preferia que nos encontrássemos num centro comercial. O ideal seria uma relação, mas se não der, ao menos que me valha uma noite de sexo.


Tímida – Parece muito simpática e afável. Falámos imenso sobre cinema e descobrimos que temos gostos em comum. O encontro vai ser num barzinho pacato que fica a meio caminho de nossas casas, somos praticamente vizinhas. Acho que vai ser só mesmo uma bebidinha porque eu só procuro amizade. Mas vou provocá-la e esperar que seja ela a tomar a iniciativa.


Sonsa – Penso que ela é bem-disposta e espontânea. Pelas fotos parece engraçadinha. Já lhe dava uns beijinhos, mas palpita-me que vai ser mais uma que vai andar a massacrar-me com mensagens. Vamos encontrar-nos num bar de jazz que ambas conhecemos. Não sei muito bem ainda, talvez possamos curtir, mas não quero parecer muito interessada, pelo sim, pelo não vou usar aquelas cuecas novas de fio dental com aquelas meias de ligas super sexy.


Brincalhona – Vejo-a como uma pessoa um pouco deprimida e que precisa de alguém para a animar e ajudá-la a passar esta fase difícil que é o fim de um relacionamento longo. Achei-a divertida por causa das montagens e dos desenhos que tinha nas imagens do perfil. Sugeri que ela me procurasse em cima de uma das árvores da Avenida da Liberdade, mas ela achou que era melhor ideia tomarmos café numa esplanada. Ah, sexo não seria nada mal pensado.


Simpática – Achei-a um bocado depressiva, mas como gostamos do mesmo tipo de música resolvi dar o benefício da dúvida. Além disso é gira à brava. Como quis ser simpática deixei ao critério dela a escolha do sítio e ela disse que podia ser na Fnac, acham normal? Apetece-me só sexo, mas se lho disser directamente acho que ela vai afastar-se por isso vou fingir que quero investir numa relação.


Desportista – Fiquei com a sensação que ela é o tipo de rapariga que também gosta de desportistas. Quando me disse que andava de patins, fazia bodyboard e não frequentava ginásios fiquei aterrorizada com a perspectiva de ela vir a descobrir que eu passo metade da minha vida enfiada no ginásio. Não lhe vou contar isso, obviamente. Sugeri que nos encontrássemos na Sport Zone, a pretexto de comprar uma nova prancha de surf. Vou impressioná-la porque vou levar a mais cara que houver. O ideal para mim neste momento seria só uns beijinhos porque estou com o período.


Intelectual – Ela parece-me uma pessoa muito interessante. Também gosta muito de literatura, mostrei-lhe o meu blog e estive a ver também o dela. Não escreve tão bem como eu, mas ainda assim parece ser muito inteligente e culta. Vamos encontrar-nos na Gulbenkian para tomarmos um café e depois vermos a nova exposição. O ideal será uma boa conversa, quem sabe mais adiante possamos ter uma relação.


Obsessiva – Ah, ela é fixe. Trocámos logo o msn e os telefones e temos falado todos os dias, é quase como se já fôssemos namoradas. Estou ansiosa pelo nosso encontro. Fiquei de ir buscá-la a casa, assim aproveito logo para saber onde mora. Quero uma relação porque estou farta de estar sozinha. Ao menos quando estamos numa relação temos sexo garantido.


Artística – Ela gostou muito das minhas fotos artísticas e dos meus poemas. Elogia muito a minha capacidade artística e isso agrada-me bastante. Combinámos encontrar-nos no Chapitô porque eu moro perto do Castelo e ainda queria mostrar-lhe uns desenhos que fiz e que tenho cá em casa. Logicamente, o ideal seria uma relação, mas se não der, o sexo é bem vindo com certeza.

Púdica – Acham que eu tenho perfil no gaydar? Pronto, ok eu admito que fiz um perfil, mas foi só há coisa de duas semanas e foi só por brincadeira para ver como era. Nem sequer tenho fotos. Não é que me considere feia ou desinteressante fisicamente mas não gosto de me expor e não quero que as pessoas saibam que eu fiz um perfil num site de engates porque eu gosto de conhecer as pessoas normalmente. Como ela também não tinha fotos no perfil achei que também teria interesse em manter-se no anonimato e marcámos um encontro numa esplanada, na Baixa. Eu mato a cabra se ela divulgar a minha identidade. O ideal para mim é só uma bebidinha mesmo. Não sou de me envolver com desconhecidos. E sim, é verdade vou levar a minha lingerie nova, mas é só para me sentir confortável porque como já disse não me envolvo com desconhecidos.


Diva - Eu não vou ter nenhum blind date amanhã. Eu vou encontrar-me com ela daqui a meia hora porque eu não deixo para amanhã o que me apetece fazer hoje. Pareceu-me uma pessoa confiante, bem disposta e com um humor aguçado. A avaliar pelas fotos tem um ar sensual, espero que as fotos sejam mesmo dela. Vamos encontrar-nos num bar marroquino onde fazem dança do ventre e se tudo correr bem, depois disso, iremos directas para minha casa. Não planeio nenhum relacionamento sem primeiro saber como funciona a pessoa na cama e até mesmo fora dela. O ideal neste momento será, sem dúvida, uma tórrida noite de sexo. Depois disso o que vier é lucro, mais sexo, amizade, relação… whatever.


x-pressiongirl

P.S. - A continuação da história já está escrita. Alguém tem um palpite sobre quem vai encontrar-se com quem? Escrevam bikinis! Alguém quer trazer desenhos alusivos ao blind date? sembikini@gmail.com
Se ainda não estiver familiarizad@ com as 12 amigas, pode visitá-las aqui na casa partida.

4 comentários:

marta disse...

Fiquei fã das “personagens”.

Uma tentativa com pouca convicção, mas espero com alguma lógica:

Vitima - Simpática
Machona - Desportista
Tímida – Intelectual
Brincalhona – Pudica
Obsessiva - Artística
Diva – Sonsa

x-pressiongirl disse...

Très bien, Marta! ;-) Acertou em dois pares. Os outros 4 ainda estão trocados. ;-)
A resposta vai ser dada hoje à noite, matematicamente, às 22:22. Sou ou não sou cruel?

marta disse...

Ai, eu não achei nada bien! Dois em seis é muito pouco!

E sim, parece-me uma crueldade não me ter deixado a resposta! :D

x-pressiongirl disse...

Eu sabia que a marta iria acertar no post seguinte porque nota-a atenta. Assim tem mais graça. ;-)